Jump to content

CBA Regulamenta Trackday


Recommended Posts

  • Replies 205
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

  • Faustini

    13

  • AC1982

    12

  • G u s t a v o

    11

  • esteba

    11

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Atenção senhores membros do fórum: convido a todos na próxima terça feira dia 21/10 para a missa de 7º dia do Track Day,com igreja ainda a definir. R.I.P.

Que coisa... Ja era pesado participar da arrancada RJ pagando filiação a FAERJ...mas pelo menos aqui, eles parcelavam a filiação, e tempos depois ficaram do lado do oktane para a realização dos tra

Esses dias eu tava num briefing e ouvi a seguinte frase: "Só existem dois tipos de carro que chegam a 300km/h na reta dos boxes de Interlagos: os de F1 e os de trackday". Na hora eu achei que fo

1902907_360892877413416_3522644690485118

Aos que estavam achando que era Fake ou que não iria vingar, acho que esse e-mail vem derrubar essas expectativas.

A parada é séria mesmo.

Link to post
Share on other sites
rafagobor

Cara... tem muito pra acontecer ainda...

Já existem N versões da história!

Não deve acontecer nada aos eventos daqui até o fim do ano... uma prova disso pode ser o trackday organizado pelo Kiko nesse ultimo fds em BSB que não teve nada de nada com a CBA... e "já estava valendo" o regulamento para trackdays da CBA.

Link to post
Share on other sites

Cara... tem muito pra acontecer ainda...

Já existem N versões da história!

Não deve acontecer nada aos eventos daqui até o fim do ano... uma prova disso pode ser o trackday organizado pelo Kiko nesse ultimo fds em BSB que não teve nada de nada com a CBA... e "já estava valendo" o regulamento para trackdays da CBA.

O problema foi que a CBA não se organizou antes de soltar a regulamentação.

Até o final do ano está aparentemente tudo ok, inclusive o nosso evento está confirmado para o dia 08 sem nenhuma alteração.

Mas podem ter certeza que assim que eles se organizarem as coisas vão complicar infelizmente.

Link to post
Share on other sites

Vamos fazer a diferença galera.

vamos assinar a petição.

Compartilhem pra geral, somente nos unindo poderemos ter alguma chance.

Link to post
Share on other sites
FlavioC

O autódromo não é da mitsubishi, o dono do autódromo que é representante da mitsubishi!

Sim, o Souza Ramos que é dono do Velo Cittá, que tb é Representante da Mitsubishi, sem misturar as coisas galera.

Souza Ramos É O DONO da Mitsubishi do Brasil.

Hoje ele é Dono / Representante, se um dia o nome dele aparecer em alguma cagada e a Mitsubishi quiser ele deixa de ser dono assim como o Marcos Vinícius deixou de ser DONO da BMW do Brasil e virou o Piquet e depois virou o Conill.

O dificuldade.

Pra mim só se é dono de algo quando vc tem a propriedade, até então ele é dono do Velo Cittá.

Não é, o acordo da Mitisubishi Japan e o Souza Ramos é algo bem particular... A Mitsubishi do Brasil é o nome fantasia da empresa do Souza Ramos que fabrica e comercializa os carros da marca Mitsubishi no Brasil, não é uma mera representação. A,Mitsubishi licenciou a marca e os produtos para o Souza Ramos através de um contrato que vai durar XX anos.

Link to post
Share on other sites
FlavioC

Vamos fazer a diferença galera.

vamos assinar a petição.

Compartilhem pra geral, somente nos unindo poderemos ter alguma chance.

Acho que deveria ser diferente... Os organizadores de track day teriam que negociar direto junto aos autódromo e se for necessário entrar na justiça para garantir a não interferência da CBA. Essa idéia desse abaixo assinado é um tiro no pé, vai estar dando legitimidade á CBA ao invés de lutar contra ela. Como falaram aí em um outro post, é como se a CBF quisesse fiscalizar e cobrar carteirinha de jogadores da pelada da periferia...

Edited by FlavioC
Link to post
Share on other sites

http://autoentusiastas.com.br/2014/10/cba-poe-a-mao-nos-track-days-acredite-se-quiser/

CBA METE A MÃO NOS TRACK DAYS: ACREDITE SE QUISER

por Bob Sharp - 22/10/2014

Trackday-540x366.jpg

Cena típica de um track day (foto Wikipedia)

Uma semana atrás o leitor Caio Azevedo nos avisou sobre a Confederação Brasileira de Automobilismo passar a interferir nos track days, atividade amadorística que não é competição automobilística. Fiquei da escrever aqui a respeito, o assunto mais que merece, mas ainda estava por fazê-lo. Ontem o Wagner Gonzalez, na sua coluna “Conversa de pista”, tocou nesse assunto que reputo dos mais graves e é hora de o Ae falar mais sobre mais esse absurdo a que nós, cidadãos brasileiros, vimos sendo submetidos.

A CBA, com essa atitude, perdeu todo o respeito que eu tinha por ela.

Os track days, ou dias de pista, surgiram espontaneamente há décadas nos países ditos avançados para permitir que pessoas dirijam, ou pilotem, seus carros de maneira rápida nos autódromos, portanto fora das ruas, sem exporem aos perigos do trânsito normal e, principalmente, sem infringirem as leis de trânsito, especialmente no que diz respeito velocidade.

Um dos mais famosos track days é o de Nürburgring, onde se chega, paga, assina termo de isenção de responsabilidade do circuito e terceiros por acidentes que se venha provocar ou sofrer, e simplesmente entra-se na pista de 20,8 km a volta.

Nada mais saudável, portanto. Andar rápido em local apropriado, inclusive, é o melhor antídoto contra os perigosos e portanto condenáveis rachas de rua. Atende o interesse de todos.

Cleuton-460x311.jpg

Cleyton Pinteiro parece estar rindo da nossa cara (foto flatout.com.br)

Mas não é o que o presidente da CBA, Cleyton Pinteiro, parece achar. Por meio de norma editada em 15 de setembro a entidade amordaçou a saudável atividade de maneira incompreensível, inadmissível e inaceitável à mais elementar luz da razão.

Só o item 1.0 das normas já dá vontade de vomitar, quando diz: “Os eventos que não seguirem esta normatização serão punidos, desde multa até cassação da homologação do Autódromo que os sediar”.

A ânsia de vômito prossegue ao se ler a norma, como o item 3.0, que fala em Oficiais de Competição — aqui, demência total, uma vez que track daynão é competição — como presença obrigatória para a realização do evento. A ânsia vai até o final.

Até o Rali de Velocidade do Jan Balder terá que se sujeitar a essa norma abusiva emitida por uma entidade que deveria promover a atratividade do automobilismo e não engessá-la da maneira que engessou.

Fica claro de altruísmo esse gesta da CBA não tem nada, mas mais uma forma de engordar seu caixa com taxas diversas, inclusive cédula desportiva específica para a “categoria”.

Abre-se aí a oportunidade para interpor recurso na justiça contra esse inconseqüente e burro ato da CBA. Advogados de plantão, vamos nos mexer?

Vou devolver minha cédula de Piloto Benemérito à CBA, cédula essa renovada anualmente, sem custo, para pilotos do passado, para acesso livre aos autódromos, inclusive aos boxes. Não me sinto bem pactuando com essa nojeira de “regulamentar” os track days.

Benem%C3%A9rito-500x493.jpg

BS

Link to post
Share on other sites
sub zero

10730879_361289194040451_383714179557918

http://autoentusiastas.com.br/2014/10/cba-poe-a-mao-nos-track-days-acredite-se-quiser/

huahuahuahua... estamos seguindo as mesmas coisas no facebook??

Link to post
Share on other sites
EvoAirSuspension

o que conversei com promotores desses eventos, a priori não muda nada.. não tem anda assinado, nada registrado que posso ser caracterizado com um ato oficial. Isso ae ainda vai depender de algumas reuniões da cba com os promotores desses eventos. Pelo visto a cba esta dando um belo tiro no pé!

ta faltando mesmo um pllayboy mais novos e com cara de pau o suficiente para escalar a diretoria da cba e mandar esses velhos escrotos pro inferno, que é o lugar deles!

Link to post
Share on other sites
EvoAirSuspension

Se o AIC subiu os valores, é pq os promotores viram nessa merda de proposta, uma chance de subir os valores de forma justificável. mas ainda não tem que pagar nada pra ngm, dinheiro no bolso.

Link to post
Share on other sites

Petição:

https://secure.avaaz.org/po/petition/Confederacao_Brasileira_de_Automobilismo_CBA_Modifiquem_os_regulamentos_que_regem_a_realizacao_dos_eventos_TRACKDAY/?lctGVab&pv=0

Link to post
Share on other sites

1902907_360892877413416_3522644690485118

Aos que estavam achando que era Fake ou que não iria vingar, acho que esse e-mail vem derrubar essas expectativas.

A parada é séria mesmo.

Até tem fundamento, e se for mesmo lá, 150 reais por ano a tal da CNHCBA, ok. E se não forem meter a mão nos valores de pessoal de pista, dividindo por vários carros, ok... encarece, mas não impede.

Agora, e os slick novos?

Link to post
Share on other sites

Autódromo nenhum que sedia evento filiado da CBA vai querer bater de frente para não perder homologação. Sendo ilegal ou não esse regulamento da CBA, eles têm o poder de simplesmente tirar a homologação de um autódromo e pronto.

Usando o caso aqui de Curitiba, caso o autódromo perdesse a homologação não poderia mais sediar Stock Car, Brasileiro de Turismo, F3, Arrancada, Campeonato Metropolitano, Fórmula Truck, Brasileiro de Marcas e outros que não lembro.

Vocês acham que o autódromo prefere perder a renda de um track day ou de todos esses outros eventos?

Link to post
Share on other sites
FlavioC

1902907_360892877413416_3522644690485118

Aos que estavam achando que era Fake ou que não iria vingar, acho que esse e-mail vem derrubar essas expectativas.

A parada é séria mesmo.

Até tem fundamento, e se for mesmo lá, 150 reais por ano a tal da CNHCBA, ok. E se não forem meter a mão nos valores de pessoal de pista, dividindo por vários carros, ok... encarece, mas não impede.

Agora, e os slick novos?

Não senhor, não tem fundamento. Isso é uma isca. No primeiro ano vai ser 150 e depois de um ano vão vir com desculpa de que deve ser 600, 1000, etc.

Link to post
Share on other sites
FlavioC

Autódromo nenhum que sedia evento filiado da CBA vai querer bater de frente para não perder homologação. Sendo ilegal ou não esse regulamento da CBA, eles têm o poder de simplesmente tirar a homologação de um autódromo e pronto.

Usando o caso aqui de Curitiba, caso o autódromo perdesse a homologação não poderia mais sediar Stock Car, Brasileiro de Turismo, F3, Arrancada, Campeonato Metropolitano, Fórmula Truck, Brasileiro de Marcas e outros que não lembro.

Vocês acham que o autódromo prefere perder a renda de um track day ou de todos esses outros eventos?

Não concordo. A CBA pode ameaçar de descredenciar um autódromo mas tem outras forças envolvidas: os próprios donos de autódromos, os promotores dos campeonatos, os pilotos, etc.

Se por exemplo a SP Turismo caga e anda para a CBA e continua com os track days, você acha que por causa disso vai parar de ter Stock Car, Truck e Campeonato Paulista? Lógico que a CBA não vai tirar a homologação de Interlagos. Curitiba é a mesma coisa.

Não quero ser chato mas repito: essa petição é UMA CAGADA, UM TIRO NO PÉ: não se pode aceitar que a CBA tenha qualquer autoridade sobre track day. Ela não tem autoridade legal para isso. Essa petição está é aceitando a CHANTAGEM DA CBA.

Na minha humilde opinião tinham que se juntar os organizadores da Oktane, AIC, etc.,etc., e com um advogado garantir o direito de organizar os eventos.

Link to post
Share on other sites

Eu tenho uma duvida...

Se o trackday nao tem fins de competicao, sem trofeu, sem ganhador pela volta mais rapida, somente pela recreacao dos participantes, pergunto:

A CBA tem legitimidade para regrar esse tipo de evento??

Abraco

Link to post
Share on other sites
Jarrinho

Na descrição do evento da Oktane agora em novembro está escrito que os três mais rápidos de cada categoria irão receber um troféu.

em teoria isso pode descrever uma competição, e não recreação. Apesar que nós sabemos que não é o caso.

Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.