Jump to content

Track Day - Dicas para Novatos


Recommended Posts

rodrigoallemand

Nunca saberemos até ele falar a verdade.......... E mesmo que ele tivesse passado por uma instrução, ou nada foi falado pelo instrutor (duvido muito... mas muito mesmo) ou nada foi absorvido (que é o que eu imagino)...

Link to post
Share on other sites
  • Replies 380
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

  • transeunte

    23

  • Umberto XXXRRR

    22

  • deejay

    20

  • Villalon

    17

Top Posters In This Topic

Popular Posts

Andei duas vezes no Mega Space... É um circuito curto e travado, cheio de curvas de baixa e com uma variação de elevação brutal para o comprimento da pista. Nos carros mais fortes é preciso ter cuidad

Eu andei esse ano no mês 06, e vou novamente mês que vem.  É bem o que o Andratto falou mesmo. A curva mais perigosa é a curva 1, mas é onde mais se ganha tempo rsrs. Vídeo de algumas voltas minhas pr

C4? Um amigo passou raiva com o controle de estabilidade entrando em todas as curvas. No fim do dia desligou o sensor do abs mas já tinha detonado os pneus....

Deusdeth Junior

Video explicativo de o que NÁO FAZER!!! em um Trackday...

Link to post
Share on other sites
Black Bug

fica ai uma dica pra galera da organizacao, sei q nao é mto simples maas, de alguma maneira controlar os novatos no sentido de ter certeza absoluta q eles foram com um instrutor "credenciado" pela propria organizacao....

Enfim, pq realmente tá um show ai de o q nao fazer..

Link to post
Share on other sites
  • 4 months later...
Lucas Anon

detalhe q ele nem conserta o carro.. tsc tsc.. cabação puro.. dirige toda hora com 1 mao só.. posicao da mao incorreta.. nao conserta qdo sai de traseira...

tsc tsc..

mesmo sem ter instrução, era só ler esse topico antes de "correr" que ja teria uma noção MUITO BOA sobre como andar no TD..

mas quem tiver indo pela 1ª vez esse otd.. VÃO COM INSTRUTOR.. nao sejam fodões, até pq pista é pista, tráfego é tráfego.. correr no tráfego é mole, correr em reta é mole.. em pista de corrida fechada é pior..

nunca corri, mas eu ja vi nego se fudendo por dar uma de pica daR galaxia!

e vo te falar; esse maluco do polo aí deu mta sorte de ele nao zicar a susp indo pra terra e talz..

abrs

Link to post
Share on other sites
andre_romero

meu deus esse cara do video segura o volante que nem minha vo....ehehehhehehehe :mrgreen:

solta a mao sem precisar....faz a curva com a mao fora dele....nao da nem pra contar a quantidade de erros....com ecessao de alguns a gente n e piloto profissional mas pqp isso ja e demais...ta claro que ele nunca foi instruido na vida...

Link to post
Share on other sites
  • 1 month later...

engraçado ... lendo o topico e pensando aqui ....

quando to dirigindo um carro AT, principalmente em viagens, sempre freio com o pe esquerdo e o direito continua cutucando o acelerador ...

já em carro mecanico nunca fiz .....

e punta taco fazia no meu primeiro carro ... um bugre ..... hahahaha ... tive q aprender pq o carro morria toda hora q tirava o pe do acelerador ....

Link to post
Share on other sites
rodrigoallemand

Eu não consigo fazer LeftBrake certinho...

Eu faço se estiver lento, mas no clima da pista eu sempre freio demais e solto o carro quando vejo que travou roda.

O que eu faço e que surte certo efeito é frear com a direita normal e quando chegar no ponto máximo pra equilibrar o carro eu troco o pé para o esquerdo, sacou?

Tipo, freio até onde tenho que frear com a direita, passo o pé esquerdo para o pedal na mesma posição mantendo o direito e o esquerdo sobre o pedal, passo a direita pro acelerador e venho aliviando o pé esquerdo que está no freio... deu pra entender?

LeftBrake ainda é um ponto muito difícil pra mim, rs!

Link to post
Share on other sites
  • 2 weeks later...
Lambert

Como evitar fadding ?

Na teoria um bom conjunto de freio, leia-se... Pastilhas boas, fluido bom, assim como o disco, dimensionados pra potencia do carro, em tese, já seria o suficiente pra evitar o fadding.

Mas o piloto, se possivel, tambem precisa ajudar. Pode ser feito evitando de ficar "pendurado" no freio por muito tempo nas freiadas, ou seja, a primeira freiada em sí, bem forte, suficiente pra reduzir a velocidade e apontar o carro e depois, freio motor e/ou punta taco.

Link to post
Share on other sites
transeunte

Como evitar fadding ?

Na teoria um bom conjunto de freio, leia-se... Pastilhas boas, fluido bom, assim como o disco, dimensionados pra potencia do carro, em tese, já seria o suficiente pra evitar o fadding.

Mas o piloto, se possivel, tambem precisa ajudar. Pode ser feito evitando de ficar "pendurado" no freio por muito tempo nas freiadas, ou seja, a primeira freiada em sí, bem forte, suficiente pra reduzir a velocidade e apontar o carro e depois, freio motor e/ou punta taco.

Se o fading acontece sempre, o jeito é adiantar os pontos de frenagem - de forma que o freio seja menos exigido.

Ou então andar com a faca nos dentes, mas abortar o combate ao primeiro sinal de falha, até esfriar o sistema...

Edited by transeunte
Link to post
Share on other sites

Como evitar fadding ?

Na teoria um bom conjunto de freio, leia-se... Pastilhas boas, fluido bom, assim como o disco, dimensionados pra potencia do carro, em tese, já seria o suficiente pra evitar o fadding.

Mas o piloto, se possivel, tambem precisa ajudar. Pode ser feito evitando de ficar "pendurado" no freio por muito tempo nas freiadas, ou seja, a primeira freiada em sí, bem forte, suficiente pra reduzir a velocidade e apontar o carro e depois, freio motor e/ou punta taco.

Se o fading acontece sempre, o jeito é adiantar os pontos de frenagem - de forma que o freio seja menos exigido.

Ou então andar com a faca nos dentes, mas abortar o combate ao primeiro sinal de falha, até esfriar o sistema...

O problema eh que quando se comeca a adiantar a frenagem, o piloto acaba ficando mais tempo freiando ateh chegar no ponto de entrada de curva. E esse tempo prolongado piora o fading, e vira um circulo vicioso.

Existem varias coisas a serem feitas pra minimizar o fading:

- Fluido de freio de maior ponto de ebulicao (Motul RBF 600 ou 660);

- Discos maiores;

- Discos em duas pecas;

- Tirar a protecao de poeira (dust-shield);

- Usar shims de titanio (aquelas latinhas que ficam entre a pastilha e a pinca), que isolam melhor do calor;

- Aletas direcionando ar pros discos (fiz uma de metal pro Eclipse, copiando da que veio no Evo);

- Pastilhas nao tao agressivas (cada carro tem um ponto ideal, que depende do conjunto inteiro);

- Pincas maiores "diluem" melhor o calor;

- Fazer cool laps ocasionais (a frequencia vai depender de quantas voltas o seu freio comeca a dar fade);

- E um dos mais eficientes: fazer um conduite de ar direto pras pincas e discos, pegando ar da frente do carro;

Se voce tem uma pilotagem consistente, o ideal eh determinar em que ponto o carro vai dar fade (e carro de rua dah fade mesmo). O 4G, quando tinha freio original, dava fade na quarta volta em Jacarepagua e na terceira volta em Interlagos. Mas como eu nao era consistente, eu me precavia e dava uma cutucada no freio no meio do retao depois da terceira volta em Interlagos. A Paty ateh hoje tem medo da frenagem em retoes, mesmo com um freio fora-de-serie do carro dela, pois ficou sem freio no final do retao de Interlagos, a 220Km/h.

Mas como disse o Lambert, o estilo de frenagem faz muita diferenca. Vejo isso pelo Eclipse da Paty. Eu meco a temperatura do disco logo depois que paramos o carro. A temperatura eh muito diferente entre eu e ela.

Nos trackdays, quando pegar transito e a volta for atrapalhada (no caso de estar tentando virar tempo), relaxa e aproveita pra esfriar os freios e motor. Eu costumo tentar fazer uma volta usando o minimo de freios.

Abracos,

Ziki

Link to post
Share on other sites

pela minha experiência, o q mais dá fading é a falta de ventilação do sist. de freios.

na turismo, se andar de spoiler dianteiro e NAO usar os dutos de ventilação, aquece em 3 voltas. Cansei de ver uma pancada de gente no TD com freios imensos, fluidos de freio RBF80009042052052.

NAO ADIANTA !

coloca 2 tubos sanfonados flexíveis vindo de baixo do carro em direção aos freios. se o carro for muito baixo, arruma um espaço na grade ou então tira farol de milha pra colocar os dutos. mesmo com freio ORIGINAL, o carro não vai dar fading (claro, com pastilhas de freio decentes)

Link to post
Share on other sites
Pellegrino

pela minha experiência, o q mais dá fading é a falta de ventilação do sist. de freios.

na turismo, se andar de spoiler dianteiro e NAO usar os dutos de ventilação, aquece em 3 voltas. Cansei de ver uma pancada de gente no TD com freios imensos, fluidos de freio RBF80009042052052.

NAO ADIANTA !

coloca 2 tubos sanfonados flexíveis vindo de baixo do carro em direção aos freios. se o carro for muito baixo, arruma um espaço na grade ou então tira farol de milha pra colocar os dutos. mesmo com freio ORIGINAL, o carro não vai dar fading (claro, com pastilhas de freio decentes)

fazendo um adendo (acho que não falarei besteira):

mesmo na rua, se for possível, se o carro tiver disco sólido (quase todos os compactos) passar pra ventilado ajuda MUITO.

Quanto à retirar o guarda-pó dos discos, acho muito arriscado, ainda mais em autódromo. Acho que seria mais jogo abrir rasgos nele pra ajudar na ventilação.

Link to post
Share on other sites
rodrigoallemand

pela minha experiência, o q mais dá fading é a falta de ventilação do sist. de freios.

na turismo, se andar de spoiler dianteiro e NAO usar os dutos de ventilação, aquece em 3 voltas. Cansei de ver uma pancada de gente no TD com freios imensos, fluidos de freio RBF80009042052052.

NAO ADIANTA !

coloca 2 tubos sanfonados flexíveis vindo de baixo do carro em direção aos freios. se o carro for muito baixo, arruma um espaço na grade ou então tira farol de milha pra colocar os dutos. mesmo com freio ORIGINAL, o carro não vai dar fading (claro, com pastilhas de freio decentes)

Tá falando de mim, rapá!!! aUHauhAUHAuhaUH

Um exemplo prático do que o Felipe falou: Toda a estrutura de freio e suspensão que tinha no GTS foi para o Bolinha vermelho que eu andei da ultima vez. A única diferença foi que o fluido de freio evoluiu, passando de Varga DOT5.1 pra RBF660 DOT4. O GTS nunca deu Fade e provavelmente o Bola também não iria dar pois é mais leve e tem um fluido melhor.

Só que o carro dava fade na 4 volta rápida.

Chegamos a conclusão que ou ficou algum ar no sistema por uma sangria "mal feita" (muito difícil, mas é uma opção) ou pela altura em relação ao solo do carro ser menor, a dissipação do freio fez o fluido ferver.

E não adianta: se o fluido ferveu, pode tirar e jogar fora que nunca mais vai ser o mesmo.

Sobre discos slotados ou perfurados, eu não confio em serviços de fundo de quintal ou DIY.

Já vi discos quebrarem mesmo em freadas na rua, imagina fazer isso com o carro de frente pra junção??!

Os meus são slotados e direto da PowerBrakes, o que não quer dizer muita coisa, mas eu sempre fico com o pé atras, sempre checo como estão os discos e tal.

Perfurados costuma trincar entre um furo e outro. Prestem a atenção nisso tambem!

Antecipar a freada é ficar mais tempo com o pé no freio, consequentemente mais calor gerado, como o Ziki falou.

Procure matar o carro de uma vez e pronto!

Link to post
Share on other sites
¤ mau ¤

Pergunta de flanelinha....

Vale a pena proteger as partes frontais (pintura) do carro com aqueles adesivos? como volta e meia a gente vê nos track days de fora? ou isso é exagero e não existem danos significativos a pintura que justifiquem essa atitude?

Link to post
Share on other sites

Valer,vale,sempre vão existir as escapadas e algumas pedrinhas vão bater no carro mesmo em movimento..

Mas isso se você for muito chato (eu seria com uma M3 :mrgreen: )

Link to post
Share on other sites
rodrigoallemand

Sempre bate uma pedrinha ou outra.

No meu carro todas foram direto no vidro, nenhuma na lataria! rs

Já uma chuva de brita que eu tomei no 2009.3 deixou uma mossa bem escrota na caixa de roda!

Link to post
Share on other sites
transeunte

fazendo um adendo (acho que não falarei besteira):

mesmo na rua, se for possível, se o carro tiver disco sólido (quase todos os compactos) passar pra ventilado ajuda MUITO.

Ser vantagem é sim, mas como discos ventilados possuem maior espessura (pra haver a tal ventilação) provavelmente a troca não se resume apenas ao disco, mas à pinça tambem:

Veja a diferença entre um Disco de Freio Solido <----------------------------------------> e um Disco de Freio Ventilado:

disco%20de%20freio%20peugeot%20citroen%21278620020_76152025_4-Disco-de-freio-ven

[]'s!

Link to post
Share on other sites
transeunte

Pergunta de flanelinha....

Vale a pena proteger as partes frontais (pintura) do carro com aqueles adesivos? como volta e meia a gente vê nos track days de fora? ou isso é exagero e não existem danos significativos a pintura que justifiquem essa atitude?

Eu acho que vale a pena sim, pois mesmo que você não vá pra brita atrás de alguem, o carro à frente pode levantar brita espalhada no meio da pista. Além das mascaras de courvim sob medida (que eu considero ideal, desde que não atrapalhe a ventilação) também já vi gente usando adesivo de vinil (por vezes transparente) cobrindo para-choque, capo, farois e o arco posterior dos para-lamas... Não chega a evitar mossas (é assim q escreve?) mas certamente impede pequenos arranhões provenientes de detritos levantados pelos carros à frente.

Link to post
Share on other sites
Pellegrino

fazendo um adendo (acho que não falarei besteira):

mesmo na rua, se for possível, se o carro tiver disco sólido (quase todos os compactos) passar pra ventilado ajuda MUITO.

Ser vantagem é sim, mas como discos ventilados possuem maior espessura (pra haver a tal ventilação) provavelmente a troca não se resume apenas ao disco, mas à pinça tambem:

Veja a diferença entre um Disco de Freio Solido <----------------------------------------> e um Disco de Freio Ventilado:

disco%20de%20freio%20peugeot%20citroen%21278620020_76152025_4-Disco-de-freio-ven

[]'s!

to ligado disso trans.

Link to post
Share on other sites
VERONESE

Pergunta de flanelinha....

Vale a pena proteger as partes frontais (pintura) do carro com aqueles adesivos? como volta e meia a gente vê nos track days de fora? ou isso é exagero e não existem danos significativos a pintura que justifiquem essa atitude?

acho q o risco é o mesmo de andar em estrada o dia todo.

as 2 vezes q eu andei o carro voltou do mesmo jeito q foi, e eu passei fora da pista algumas vezes...

Link to post
Share on other sites
  • 1 year later...

Uma dica que não sei se deram até agora mas é válida:

Quando tiver voltando pro box, ou dando a volta pra esfriar, pelomenos num primeiro momento mantenha o giro um pouco mais alto (pelomenos 3 mil rpm). Pois enquanto vc tá moendo vc tem pressão de óleo. Mas se súbitamente vc começar a andar perto da marcha-lenta ou em giro muito baixo, a pressão de óleo cai muito e corre o risco de girar uma bronzina por exemplo.

Link to post
Share on other sites
pinheiroigor

Uma dica que não sei se deram até agora mas é válida:

Quando tiver voltando pro box, ou dando a volta pra esfriar, pelomenos num primeiro momento mantenha o giro um pouco mais alto (pelomenos 3 mil rpm). Pois enquanto vc tá moendo vc tem pressão de óleo. Mas se súbitamente vc começar a andar perto da marcha-lenta ou em giro muito baixo, a pressão de óleo cai muito e corre o risco de girar uma bronzina por exemplo.

Boa dica! Vim aqui para postar exatamente isso!

Sobre óleo tb vale outro ponto: Exagere no nível do óleo!

Como o circuito é composto em maior parte por curvas para a esquerda, ande com o nível de óleo alto, para evitar que o carter "seque" (concentrando todo o óleo nas laterais) por conta da sequencia de curvas.

Outro ponto importante, DIVIRTAM-SE! Mantendo a responsabilidade, aproveitem o passeio, a sensação de poder entrar quente numa curva é sensacional!

Abss!!

Link to post
Share on other sites
rodrigoallemand

E quando vc andaria na marcha lenta lá dentro?!

Por mais que vc pare de torar, vc vai estar andando em velocidades normais de rua, ou seja, o oleo estará rodando...

Colocar em ponto morto e ir na lenta já é demais, né! rs

Link to post
Share on other sites

Allemand, to falando por exemplo: Vim moendo o tunel grande da LA inteiro, quando sai do tunel vim andando normal ( 2 e pouco mil RPM) e logo depois na saída em JPA parei no sinal ( situação relativamente normal de TD, vc chega, roda normal na saída do box e para no box) a pressão de óleo foi a 1 BAR, o normal é entre 2,2 e 2,7 bar em marcha-lenta. Nos VTi's nego jah falou que qquer moidinha mais intensa na rua jah teve situação de nego de ler pressão quase zerada e jogar giro pra cima pra não mandar tudo pro caralho.

Se uma moidinha já faz a pressão cair, imagina uma situação onde vc anda cerca de 20 km de pau o tempo todo (umas 6 voltas) e para no box ? Se o Óleo afinar uma merreca já é o suficiente pra derrubar total a pressão de óleo, pois mesmo ele fino quando vc tá torando a bomba tá pressurizando e mantendo óleo no sistema todo.

É por isso que quando vc vê vídeo de dinamômetro o candango fica acelerando o carro em ponto morto enquanto o dina tá desacelerando.

Edited by Dudles
Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.