Voltando para as Tracks

4 posts neste tópico

Postado

2D15653F-C62D-442B-AD3E-EEBB069ACE81.thu

Domingo ( 19/08) foi dia de trackday no Autódromo Internacional da Paraíba. 

Pra falar a verdade eu estava bem ansioso para voltar aos tracks, desde a época do VTR eu não brincava em pista, nunca tinha nem ido no AIP. Com o Mini e com o bom asfalto do AIP (Caruaru deixou traumas nos meus últimos slicks) resolvi levar o R56 para a pista. 

O grande problema do trackday começou a se mostrar umas 3 semanas antes do evento. O carro não tinha tanto fôlego em alta, pressão do boost não subia tanto quanto deveria. Vale ressaltar que eu ouvia um chiado em alta mas de início não associei nada, o chiado era fino, parecia ser coisa normal do carro. O carro já estava com um typhoon, downpipe e Unichip, tentamos fazer o acerto varias vezes no rolo mas enfrentamos o problema de controle da pressão. Pensei que poderia ser algo da válvula ( DV+) foi instalada também, porém sem a mola original, que foi perdida pelo amigo que trouxe, como a mola reforçada não chegou a tempo, acabei improvisando uma mola artesanal mais mole mesmo apenas para apoiar o pistão. Pensei que a perda de pressão, ou melhor, falta de controle em alta, se devesse a válvula. Feito o que dava para fazer no acerto do propulsor dei uma organizada no freio com RBF e me deparei com o segundo problema, geometria! Infelizmente o Mini não tem como fazer pequenos ajustes de cambagem sem uso de força bruta de empeno, assim, mesmo com entre eixos curto resolvi partir para a divergência. Na conferência o carro ficou com -1.0 e -0.8 de camber na dianteira com 1mm divergente de cada lado e com originais -1.5 de camber na traseira e alinhamento zerado (pensei que isso fosse grudar....)

Para calibragem eu pensei em varias possibilidades mas no manual do carro já se falava de 2.6 bar (algo em torno de 38psi) resolvi que ia começar na pista com os originais 38 frio que o manual manda, e se precisasse de ajustes ia fazendo com o passar das voltas. 

 

Eis que chegou o dia! Acabei me atrasando na saída e de quebra perdendo o Briefing e as voltas de demonstração da pista (um bom momento para quem n conhece a pista entender as tangencias).

 

 B99702C2-8526-4292-9FE9-1A91F1DD97C8.MP4

 

Por volta das 10 da manhã foi a primeira entrada na pista. A ideia foi dar 3 voltas e sentir o carro, a pista e conferir por fim a calibragem quente. As voltas não foram lá essas coisas, as zebras são um pouco mal colocadas o que induz ao erro por tirar a referência. Os pneus ficaram com 45 na frente e 40 atrás (era o que eu queria) Ahhhh... os pneus!!! Estava de pneus bem safados e extremamente duros!!! São pneus xings da Roadstone na medida original do carro que resistiram às 25 voltas que acabei dando sem sentirem muito. 

 

Uma das dificuldades que tive foi a entrada do turbo e as reduções de marcha no automático. O AIP tem algumas curvas de saída bem longa, o que lhe dá um desejo de esmagar o acelerador e deixar o carro escorregar até a zebra de fora, porém não no Mini, quando eu fazia isso na marcha certa o turbo entrava muito forte e lixava o carro rápido demais para a saída de curva, a solução foi sair nessas curvas em uma marcha mais alta, com giro mais baixo e com o torque mais modesto, assim a saída se tornava um trilho e a velocidade de saída bem melhor. Outro problema foi conseguir entrar na marcha certa. O câmbio para cima é bem aceitável, mas pra baixo, JESUS!!! Sofri bastante com as reduções de marcha, resolvi que ia sacrificar o freio e os pneus (que já não sofriam muito) e aliviar o câmbio(contornar em marcha mais alta), e foi o que deu certo. A frente agarrou bem em todas as fases da curva e ainda tinha um pouco de Sobreesterço na medida certa, um pouco de trail braking ajudou nas curvas mais amarradas. De reta, apesar das suas limitações o carro tava indo bem, até que.... pfffsssssssssssss cadê o boost que estava aqui??? Boxes! Olhei por cima.... tuuudo no lugar.... pensei, tava dando voltas muito quentes e a WG aliviou... umas tratadinhas leves no box.... parecia tudo ok! Vamos para pista e pffffffsssssssss, boxes! Vamos levantar o carro e olhar por baixo. A pressurização estava um pouco folgada na conexão do IC, mas nada absurdo, por isso que a pressão só vazava em alta e o carro n dava nenhum defeito no painel, só perdia rendimento. Folga dali, encaixa daqui, alerta de cá e vamos para pista! Tudo em ordem mas já não tinha muito tempo mais de pista. 

 

55AD4215-D513-46A5-8A3E-8E58FE4063A2.thu

 

Valeu pelo retorno e pelo aprendizado. Esperar a mola da DV chegar para fazer a troca e subir o carro no rolo de novo para ajustar o acerto. 

 

 

O tempo? Segue foto dos tempos finais aí, acho que foi bom para o que deu, detalhe importante é que tirando a M3 os demais estavam ou de Slick ou de Semi. 

 

832DA500-04EA-477D-A7AF-136A47EEB236.thu

 

Mês que vem tem Hotlap, vamos ver o que dá!

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Quando a mola da DV chegar vc vai pirar no torcão cedo :mrgreen: belo relato!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

vende essa caralha e compra um JCW manual...  :haha: 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Quando a mola da DV chegar vc vai pirar no torcão cedo :mrgreen: belo relato!!

opa!!! Assim espero! E a mola que está vindo foi feita por Rodrigo da Automix, tem 20% mais carga que a devida. 

 

vende essa caralha e compra um JCW manual...  :haha: 

 

 

vontade até existe, mas é daily. Precisamos de um luxo de vez em quando. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora