Entre para seguir isso  
Seguidores 0

:: VW Fusca '76 e Fiat Prêmio CSL '93 ::

297 posts neste tópico

Postado

Uahauauaua.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Jumento, não é do ano correto. Seu baiano desgraçado.

Era o que cabia nos furos existentes.
Na próxima funilaria eu tiro. Quem colocou foi meu tio.
Em resumo: FODA-SE!

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, carro

Depois de notar a melhora no consumo do Prêmio, hoje pude atestar o resultado de alguns dias de trabalho, sangue, suor, lágrimas, mão cortadas, dores nas costas e algum $$$ gasto em sua manutenção.
Quando peguei esse carro, o consumo médio era de 5,0 km/l. Faltavam regulagens, haviam vazamentos, sobravam gambiarras e reparos mal executados.
O melhor tanque que já fiz desde que estou com com ele foi de 8,0 km/l após sua primeira revisão pesada, usando gasolina Podium, sem abusar do acelerador e sem o ar condicionado. Uma sofrência só lá pelos idos de 2014.
No tanque que antecedeu a limpeza e regulagem do carburador (nas últimas semanas que se passaram), fez pouco menos 7,0 km/l utilizando gasolina comum.
Completei o tanque hoje e pelas contas fez 8,6 km/l, utilizando o ar condicionado esporadicamente (faz 34°C em Brasília, com 18% de umidade na hora do almoço, senhores...), andando normalmente (com direito a algumas aceleradas "pra limpar a linha de combustível" (chega aos 120 km/h com facilidade) e pegando engarrafamentos constantemente (é meu carro de uso diário).
Estou bastante satisfeito com o resultado.

Próximos pontos a resolver:
Trocar os pivôs da suspensão
Verificar necessidade de troca dos coxins de suporte superior do motor e câmbio (o inferior do câmbio já foi substituído ano passado)
Uma das borrachinhas que prendem o meio do escapamento se soltou. Já comprei duas para substituir.
Continuar juntando dinheiro para a compra de peças para a injeção eletrônica.

4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Depois de notar a melhora no consumo do Prêmio, hoje pude atestar o resultado de alguns dias de trabalho, sangue, suor, lágrimas, mão cortadas, dores nas costas e algum $$$ gasto em sua manutenção.

Gay lvl 1000

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Faça seu Mille andar.
Depois conversamos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado (editado)

Já saiu da retífica o bloco. Agora só montar... Eu, junto com o Sávio, tiramos o motor na garagem da minha casa e nem por isso postei aqui que teve "lágrimas" ou "dores nas costas" para romantizar de forma extremamente gay como você faz.

Outra coisa, a única coisa que vc fez no seu carro foi limpar carburador e colocar aditivo no radiador? Bitch, please.

Gasto em manutenção: Paraflu, mangueiras e MO do mecânico que tirou a tampa do cárter? Isso deu quanto? R$ 5.000,00? VSF.

Chorão.

Editado por Dennis - 1.6R

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Cara, vc precisa transar.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

No Fusca:
Desde que foi lá pra casa, passei a estruturar melhor a linha de combustível que havia trocado quando ele ainda estava na casa do tio.
Assim como fiz no Prêmio há alguns meses, agora as conexões são por anilhas prensadas e no cofre uso mangueiras de injeção de 5mm com abraçadeiras por todos os lados.
Ando pensando em fazer a linha do cofre em cobre (hardline), adicionar um desborbulhador e criar um retorno para o tanque, além de passar o filtro de combustível para debaixo da carroceria (ao lado do câmbio).
Dei uma organizada nos fios, mas uma re-estruturação elétrica vai acontecer em breve, pois a bobina vai sair da frente da capela e o módulo de ignição deve ir para detrás da capela também.
A pintura do cofre será refeita e as latas do motor também receberão um talento.
Tudo por um visual mais "clean" no cofre.

Essa semana quero trocar a bucha do varão, coifas do câmbio e instalar as pestanas das janelas.
Quando montaram a alavanca Flat4 Terminator, não instalaram a bucha do varão e com isso nunca consegui regular corretamente os engates. Sempre ficou muito "banguela" e com as dicas dos amigos, chegamos à famigerada bucha.
Uma coisa que farei em breve é colocar prisioneiros nas rodas, pois o tio conseguiu espanar 2 parafusos de uma uma das rodas dianteiras.
Para não ter que sofrer com isso, vou colocar prisioneiro em tudo.
Há ainda a ideia de converter a traseira para freio a disco (tenho as pinças) e passar a dianteira para o sistema do Golf (tenho os discos), mas isso vai ficar mais pra frente.
A meta é fazer o carro voltar a rodar com segurança até o fim do ano.

 

No Prêmio:
Na semana retrasada queimou o módulo do distribuidor. Como sou uma negação para mexer com a parte elétrica, um amigo me deu uma força nisso e resolvemos.
Na montagem, ele acabou esbarrando na cápsula de vácuo do segundo estágio do carburador e esta se quebrou. Ele todo agoniado pediu mil desculpas, mas eu disse que já estava pensando em uma forma de passar o acionamento para mecânico. Ele disse que resolveria isso.
Aproveitei para agendar para a semana passada uma revisão completa da parte elétrica do carro, remoção de chicotes inúteis, reforçar aterramento e catar uns pepininhos que eu apontei.

Poucas vezes tive a oportunidade de ver o carro andando.
No dia combinado meu amigo foi deixar o carro lá em casa e encontrei-o no caminho.
Tive que filmar o carro, pois apesar de sempre vê-lo parado, quando andando é muito mais legal!
A cambagem das rodas traseiras, o conjunto de rodas, a altura... tudo fica mais bacana.

Quando o carro voltou, nada de luzes oscilando e todos os pontos que havia levantado estavam reparados.

Sobre o acionamento mecânico do carburador, ele providenciou uma mola, como fazem nos carburadores 2E e TLDZ, porém o funcionamento do meu carburador (TLDF) é diferente para o segundo estágio e quando saí para testar o carro não fiquei satisfeito.
Conversamos bastante, trocamos idéias, tentamos soluções... mas nenhuma delas ajustava-se corretamente. Até que me lembrei de um vídeo sobre isso onde um cara falava sobre uma chapa que unia os acionamentos e vendo alguns vídeos da AJ Carburadores consegui imaginar algo que funcionasse.
O resultado ficou ótimo!
O segundo estágio abre somente após o primeiro estar totalmente acionado e o retorno é feito pela própria chapa metálica, que empurra o mecanismo de volta, fechando completamente a borboleta.

Aqui quando comecei a desenvolver a chapa.
O retorno do acionamento não chegava ao fim por conta do furo na chapa entre os acionamentos não estar oblongado.
Chapa.thumb.jpg.ed6ec6a4647262766b542f3f

Aqui o acionamento no fim do primeiro estágio:
Chapa2.thumb.jpg.0cf1d9846875d807d8d77ac

Agora o acionamento completo do primeiro e segundo estágios:
Chapa3.thumb.jpg.4f4ef67bca87c63f5bb47d0

Agora, já com os furos ajustados e o acionamento funcionando perfeitamente, com retorno completo do batente do segundo estágio:

 
Este foi o vídeo que envei para o amigo, já com tudo funcionando perfeitamente, após testar o carro.

 
O macete é simples: Uma chapa metálica com dois furos nas pontas (eu usei um "L" de travar gaveta, desdobrada para ficar reta) e um dos furos (que vai entre os acionamento) deve ser oblongado. Para isso, usei uma lima em formato de vareta e fui abrindo o furo, rebaixando-o mais para baixo, acompanhando o movimento dos acionamentos.
Não se deve oblongar demais para não deixar uma folga muito grande, ou de menos para que o retorno e fechamento do segundo estágio fique comprometido.Esta é a parte mais chata, pois monta-se e desmonta-se o conjunto do acelerador várias vezes até chegar num acionamento e retorno precisos.
Na outra ponta, deve-se oblongar o furo até que ele passe pelo batente do acionamento do segundo estágio, fazer o encaixe e então dobrar a chapa para que ela não esbarre no corpo do carburador quando estiver acionada.
 
Não é complicado, mas dá um trabalho considerável.
Durante todo o processo foram consumidas 4 cervejas, estragado um "L" de metal (protótipo), desmontado o acionamento umas 5x e acariciado o cachorro umas 10x.
 
Saí para dar uma volta e sentir como o carro se comportava.
É nítida a sensação da abertura do segundo estágio. O acelerador tem um certo curso, você sente uma pequena trava e quando dá pedal o sorriso acompanha o desempenho do carro.
Não que tenha virado um monstro, mas para quem usava o lento e deficitário acionamento a vácuo, o carro ficou ótimo!
6 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Os vídeos incorporados do FB ficam minúsculos!
Vou tentar upa-los pelo YT e repostar aqui.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Bom, a incorporação de vídeos não ajudou muito.

Na sexta-feira teve "Black Friday" ao chegar no trampo

A imagem pode conter: cão e carro

 

Aproveitei o final de semana a toa em casa e resolvi que era hora de remover algumas quinquilharias do cofre do motor.
A principal delas: O conjunto do afogador.
NUNCA usei afogador e o conjunto (válvula e mecanismos) atrapalha PRA CARALHO a regulagem da marcha lenta.
A imagem pode conter: carro e bebida


Conjunto do afogador removido, sem cortes, sem estragar nada.
Foi limpo, embalado e devidamente guardado.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

Ao ligar o carro para verifcar a regulagem do carbura e dar um acerto melhor (agora com o parafuso da regulagem livre), notei um vazamento de combustível na mangueira de retorno ao tanque.
Como tinha alguns espólios da troca da linha, coloquei uma anilha prensada para assegurar que este tipo de contratempo não me encha mais o saco no futuro.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

No fim, lembrei que ao acionar o ar condicionado a marcha lenta estava caindo bastante e promovi a regulagem da válvula kicker.
Agora com o ar condicionado ligado, na marcha lenta, a rotação permanece praticamente inalterada.

Um vídeo do carro andando:
https://www.instagram.com/p/Bb341tYhGPx/

Abs!

4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Depois que retirei o módulo de ignição do Fusca para manter o Prêmio rodando, o Fusca virou LITERALMENTE um enfeite de garagem.

Com o uso do módulo de ignição Bosch de 6 pinos adaptados, percebi o carro estranho. Gordo, lento, fumando muito, consumo elevado e dando "cabeçadas" (pré-ignição).
Constatado que o carro estava fora do ponto, arrumei isso e ainda assim o carro continuava estranho.
Alterei mistura, aumentei a lenta... e nada.
Hora de ir mais a fundo...

Identifiquei a válvula de avanço do distribuidor com defeito e também o distribuidor precisando de um talento mais profundo.
Além disso, teria que trocar os reparos do carburador, limpar e trocar juntas. Talvez ir à plaina mais uma vez, pois suspeito de uma entrada falsa de ar no pé da base.
Com isso (e anteriormente alertado pelo mecânico), um novo carburador (ou pelo menos a base) seria o mais indicado.

Em resumo, gastaria ao menos uns bons R$ 1.500,00 entre peças e M.O. para ter o carro funcionando.
NEM FODENDO!!!

Fui comprando pequenas pecinhas ao longo do tempo, já com a intenção de injetar, mas não queria gastar tanto de uma só vez.
Há tempos já havia comprado o coletor de admissão do Uno Turbo e o cabo de acelerador com suporte de um amigo e estavam guardados em casa.

Tampa de válvulas com suporte para o cabo, suporte do sensor de rotação do Fiat Tipo, roda fônica com suporet pra correia do AC, tampas da bomba de combustível mecânica e do distribuidor... tudo o que faltava para a adaptação, agora tive que comprar.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

Como o coletor de admissão é preto com detalhes polidos, resolvi dar o mesmo acabamento à tampa de válvulas.
As demais peças não pintei por já combinarem com o bloco do motor (natural, sem pintura).

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

Tenho evitado andar com o carro justamente por conta do consumo e medo de quebrar mais algo.
O pouco que andei (aproximadamente 100km), o ponteiro acusou quase 1/2 tanque! Algo próximo dos 4,0 km/l!!!
A imagem pode conter: carro e atividades ao ar livre

 

Por meio do contato de um amigo, consegui negociar uma Pandoo Fuel Inject com outro amigo para dar andamento ao projeto.
De quebra, ganhei um jogo de bicos de GM Corsa 1.6 MPFI que ele havia guardado.
Os bicos estão (aparentemente) muito bons, mas, em contato com outro amigo de SP para tirar dúvidas sobre injeção, ele me descolou mais um jogo de bicos de GM Ônix 1.4 Flex, caso os de Corsa não deem certo ou se no futuro resolver utiliza álcool como combustível.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

Por não ter muita taxa, vou manter o carro funcionando na gasolina por enquanto.
Trocar pistões, trabalhar cabeçote e/ou aumentar o projeto por agora não é uma opção financeiramente viável.
Deixa como está. Se calhar um turbo mais pra frente, já está na medida e aí sim, passarei a utilizar álcool.

Por fim, o escape 4x1 que o @Dennis_1.6R me deu há anos, vai entrar nesta nova fase!

A imagem pode conter: sapatos, grama, atividades ao ar livre e natureza

 

Por enquanto, é isso.

13 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Hoje o carro deve ir para as mãos do cara que vai montar, instalar e acertar toda a parte de injeção e ignição do Prêmio.
Conversamos bastante e, vistos seus últimos trabalhos, capricho o cara tem!
Ontem saímos para comprar algumas peças faltantes e detalhes finais para dar início a montagem.
Ele ia falando, eu ia gastando.
Sensores, conectores, cabos, bobina... lá se foram mais alguns reais.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

Aproveitei a noite para definir onde eu queria que a central da Pandoo fosse fixada.
Havia a ideia de deixa-la escondida no porta-luvas ou debaixo do console central, no vão que há(via) entre ele e o console de câmbio.
Apesar do capricho apresentado pelo Marcony (o cara que vai montar e acertar a porra toda), existem coisas que só fica bom mesmo se o dono colocar a mão.
Eu vinha guardando uns 3 consoles diferentes e originais do Uno para fazer esta adaptação.
Como o painel do Prêmio é completamente diferente, os consoles não se encaixavam.

O do 1.6R (até 1992) era longo demais, para um formato de carroceria diferente do meu.
Usei ele como rascunho e picotei inteiro para saber o tamanho das peças que eu precisaria.

O do 1.6R MPI/Uno Turbo me obrigaria a trocar a caixa de ventilação do ar condicionado e remover a régua de relógios superior para encaixar corretamente no console inferior. Inviável. Doei ele para um amigo que me cedeu o console do 1.6R 

Utilizei o console inferior do 1.6R (de 93 a 94, relativamente raro) para fazer a adaptação.
Desmontei o console doador e o meu original.
Como o encaixe é completamente diferente, alguns cortes foram necessários para que a angulação e fixação fossem satisfatórias.
Utilizei os furos originais e tive que criar alguns outros com parafusos de rosca soberba e arruelas para deixar firme.
Coloquei o suporte da Pandoo no vão que ficaria aberto, já observando a passagem da mangueira do MAP e chicote.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Nenhum texto alternativo automático disponível.

A imagem pode conter: tela

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Ganhei um porta-objetos maior, eliminei o vão que havia entre os consoles (isso me incomodava) e de quebra, consegui um lugar prático e discreto para a central eletrônica.

Futuramente, caso altere a central, o console pode ser modificado sem maiores interferências.
Uma lima, uma serra, cola, durepox e tinta preta resolverão!
:lol:

Para quem não lembra como era o console original:

A imagem pode conter: 1 pessoa

 

Esse espaço entre os consoles me dava uma agonia monstra!

15 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Atualizando:
No sábado fui à casa do Marcony (quem está montando o carro) e agilizamos bastante coisa.
Levei o coletor de admissão para fazer furo e rosca para o sensor de temperatura e os coletores de escape e admissão já estão no lugar.
Passei uma nova linha do canister e eliminei o retorno que vinha do carburador.
Já colocamos o tanque de combustível do Mille com boia e bomba no lugar. Este modelo já possui regulador de pressão, então eliminaremos o da flauta.

Infelizmente terei de trocar a linha de combustível por outra de 8mm (a que está lá é de 6mm e não encaixa na saída do tanque e nem na flauta de combustível).
A junta da tampa de válvulas está errada e precisará ser trocada.
O sensor TPS indicado não serve neste coletor e também será trocado.
Teremos que utilizar correias maiores por conta da nova polia

Não tirei fotos. Estava muito ocupado e com as mãos imundas.
Essa semana devo ir lá novamente pra passar a nova linha de combustível e dar uma mão em outras coisas.

8 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Você é meu herói, muito maneiro as histórias dos dois carros.

 

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Parabéns, mlk feio. Até que enfim vai usar a dimensionada. 

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Atualizando (ainda sem fotos):

Durante a semana fui à casa do Marcony praticamente todos os dias para agilizar "minhas" coisas.
Por mais caprichoso e zeloso que o cara seja, o dedo do dono é sempre a melhor das soluções.

Refiz TODA a linha de combustível (8mm) e canister (6mm) em nylon/tecalon e utilizando mangueiras revestidas de ótima qualidade.
A prensagem ficou toda por conta de anilhas e conexões de latão, com caninhos internos e tudo mais.
Rebati a borda do acesso ao tanque para que a lataria não cortasse as mangueiras e aproveitei os suportes da linha original para deixar tudo o mais organizado e limpo possível.
Até elogios recebi pela "frescura" na montagem.

Infelizmente terei que deixar o filtro de combustível no cofre do motor (possivelmente escondido sob o estepe).
Ventilei a possibilidade de instala-lo num suporte original do Mille, que vai à frente do tanque, sob o assoalho... mas teria que furar a lataria em dois pontos.
Desisti.
Fuçando a internet, lembrei de um amigo que utilizou no suporte do módulo de ignição original (que eu tenho), um suporte de filtro xing-ling e ficou bacana.
Talvez utilize esta ideia:
Resultado de imagem para www.clubedounobrasil.com.br suporte filtro combustivel

Consegui com um amigo uma chapa de ACM (alumínio) para montar o suporte da bobina de ignição do Corsa/Celta (com módulo interno)
Ela ficará no lugar original do distribuidor, bem discreto e com aparência quase que original.
Material ótimo de se trabalhar.

Peguei a flauta de combustível que havia comprado com um amigo e ao instala-la, mais algumas adaptações serão necessárias.
Como meu carro tem ar condicionado, o alternador é em cima e o suporte deste atrapalha a fixação da flauta.
Tive que cortar uma parte do suporte da flauta para que a flauta pudesse ter mobilidade pro ajuste e encaixa perfeitos.

Flauta.thumb.jpg.532222f35ae30cf2923250b

Como pode-se notar, está bem judiada, mas vai ficar boa.
Eliminei o regulador de pressão de combustível (utilizarei tanque completo de Mille que possui bomba e regulador integrados) e removi estas guias que levam até a flauta.
Ficou algo simples e, depois de pintado de preto, vai ficar discreto e bonito.
Com a eliminação do regulador, ficou um buraco que precisarei fazer rosca e utilizar um parafuso com borracha vedando, como um tampão.
Para a entrada de combustível, precisarei adaptar uma anilha em  "L" para receber a mangueira revestida que virá do filtro de combustível e será guiada por abraçadeiras presas à tampa. Tudo bem arrumadinho.

Sei que ler não é muito elucidativo quando se fala de adaptações e tals, mas não tem sobrado muita disponibilidade para tirar fotos.
As mãos sujas e o tempo corrido atrapalham ainda mais, mas posso garantir que vai ficar bom.

O chicote da injeção está passando ao lado dos originais, devidamente identificado e com um acabamento bem feito.
Creio que neste final de semana termine as adaptações na linha de combustível, suportes, ligações do chicote... e na semana que vem o carro já siga para juntar o escape 4x1 (que já está no lugar) com o antigo (por enquanto vai ficar assim).
Daí vai ser acertar e catar os detalhes finais.

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Infelizmente no final de semana não pude ir à casa do Marcony para finalizar a linha de combustível.
Como tinha em casa as ferramentas, providenciei para que a flauta ficasse como imaginei inicialmente.

Assim a flauta de combustível chegou pra mim.
Como utilizarei o conjunto de tanque/boia/bomba do Mille Fire que já possui regulador de pressão incorporado, eliminei os canos de entrada e retorno, além do regulador original da flauta.

Flauta.thumb.jpg.532222f35ae30cf2923250b

Assim ficou a flauta sem os "excessos":

Flauta1.thumb.jpg.9fc14880f240650161c2ee

Devido ao meu carro possuir ar condicionado, o suporte do alternador fica em cima e atrapalharia a montagem da flauta se não fosse uma "intervenção técnica" (lima e cegueta).
Cortei na medida e dei acabamento.

Com a retirada do regulador de pressão, ficou um buraco.
Neste buraco abri rosca M8 1,25 (padrão Fiat) e coloquei um parafuso allen com anel de vedação para estancar o combustível.

Flauta2.thumb.jpg.5fc92973b6a1edc4477508

Flauta3.thumb.jpg.2c51e164e91962333471de

Seguindo o aspecto da tampa de válvulas, coletor e demais acessórios do cofre, pintei também a flauta de preto fosco.

Flauta4.thumb.jpg.bbfeb296990315299132bf

Uma anilha em "L" com espigão de 8 mm (talvez a pinte de preto fosco também) para receber a mangueira de combustível foi instalada na entrada e o parafuso allen já no local, servindo como tampão.
Flauta finalizada.

Flauta5.thumb.jpg.7f63116dcd2a6b82cda82b

O Marcony já passou todo o chicote e a parte elétrica está bem adiantada.
No espaço da caixa de relés e fusíveis há um vão que irá abrigar os novos acessórios elétricos, assim não será necessário abrir espaço ou buracos no painel para passar a nova fiação. Tudo bem discreto e organizado.

Por enquanto, é isso!

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Como não estou conseguindo ir à casa do Marcony para acompanhar/ajudar/atrapalhar na montagem, tenho roído as unhas, dedos, ossos e cotovelos acompanhando o andamento dos trabalhos pelas mensagens que ele manda e pelos stories que ele publica.

Ontem finalizou a caixa de relês e fusíveis, terminou de passar o chicote pro completo e já montou os conectores dos bicos.

A caixa de relés e fusíveis do Prêmio tinha espaço para a montagem dos conjuntos complementares.
Como quero algo discreto e sem grandes intervenções, ele arranjou o suporte e montou tudo ali ao lado.
Simples e fácil de mexer.
Instalar o conjunto atrás do porta-luvas ou em outro local do painel seria mais complicado por conta dos acessórios que o carro possui e eu não queria furos no painel.

Chicote1.thumb.jpg.ec4242b97814c2c5109cf

Chicote já passado para o cofre por completo e separação dos fios para montagem.
A borracha de vedação junto à parede corta-fogo está lá, relaxem.

Chicote2.thumb.jpg.9e2e99fef3a04e1402600Chicote3.thumb.jpg.899c7d1b0a3fd78413b0f

Fios já revestidos e chicotes dos bicos já montados.

Chicote4.thumb.jpg.db90b8784bfd5a27d6693

5 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

O chicote está praticamente pronto.

Os bicos de Corsa (6 furos, de alta impedância para evitar o uso de módulos adicionais) tiveram suas peneirinhas e vedações trocadas por novas.
Foram instalados na flauta já com os conectores.

Da última vez que fui à casa do Marcony havia levado um pedaço de chapa de ACM para montar o suporte da bobina.
Utilizei o cavalete do Fiat Tipo como base, refiz a furação e deixei os conjuntos parafusos/porca todos prontos para a montagem.
Ontem a bobina Delphi e os cabos de vela de Corsa (com cachimbo) foram para o cofre também.

motor.thumb.jpg.55c93538b1f977bfc8f74516

O visual ainda não está do jeito que eu quero, mas sei que ainda tem muito trabalho pra ele.
A junta da tampa de válvulas veio errada, o sensor TPS não encaixa, as correias (todas as 3 - dentada, ar condicionado e alternador) precisarão ser substituídas por outras maiores pois ficaram curtas, ainda precisamos montar o suporte do filtro de combustível, finalizar a linha, comprar mangotes para a admissão... tudo um monte de coisinhas que já estão relacionadas e que logo estarão montadas.

Assim que o carro for para casa, devo desmontar algumas coisas para pintar e dar um visual melhor no cofre (pratinhos, suportes, apoios... ah, e lavar por completo!
O ar condicionado precisa ser revisado e já estou bolando um esquema de reduzir a quantidade de canos e cabos para organizar isso também.

4 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado (editado)

Hoje só vou contar história.
Sem fotos pois os fatos são tristes, eu desanimei um pouco e nem me animei a ficar fotografando as merdas.

A montagem e acerto demoraram por alguns fatores alheios à nossa vontade.
Marcony teve contra-tempos,  eu tive contratempos, a montagem teve contratempos... mas sempre nos falávamos e eu ia ajuda-lo sempre que nossas rotinas calhavam.
Isso foi "bom", pois consegui diluir os custos da montagem de uma forma mais "administrável" e fazer coisas além daquelas que eu havia programado.

No dia 06/09 fizemos o escapamento em aço carbono e a configuração ficou assim:
Coletor 4x1 em aço carbono da Copa Uno.
Redução de 2,5" pra 2" com rosca para sonda
Flexível de 2"
Cano de 2" direto até o porta-malas.
Abafador com entrada de 2" e saída de 2,5"

O ronco ficou muito bacana!

Eu não iria instalar sonda wide por questões de custo, mas o atraso na montagem, a ajuda de um amigo e a possibilidade de pagamento posterior me levaram à aquisição de uma sonda Bosch LSU 4.2 e um leitor/condicionador ODG digital (que foi instalado no lugar do antigo afogador do carburador).

Então começamos os acertos.
O carro ficou "pronto", faltando apenas a montagem da admissão e um reservatório do vapor de óleo, mas como sou chato com estética, pedi pra entregar o carro sem estes itens pois eu mesmo montaria/levaria para confeccionar.

A admissão será feita na mesma casa de escapamentos (um "L" saindo da TBI, seguindo próximo ao radiador e curvando para o lado do passageiro) e o reservatório de óleo, por enquanto, é uma lata de 1L de cerveja FAXE que foi montada ao lado do radiador.
Confesso que gostei da solução, mas creio que o uso cotidiano com o vapor de óleo sendo expelido diretamente vai me causar certo desconforto por conta do cheiro e

O carro tinha um encostão no capô, um dos faróis estava trincado, a grade já havia sido (mal) reparada anteriormente e o para-choque dianteiro tinha uma trinca que me incomodavam muito.
Aproveitei o tempo parado e mandei dar uma geral e um polimento.

Combinamos de buscar o carro no sábado passado e finalizar o acerto da Pandoo.
O Marcony foi lá pra casa, almoçamos e lá pelas 15:00 hs recebo a ligação do cara da funilaria avisando que o carro estaria pronto.
Estava LINDO. Sem amassados e trincas, mas com a patina original intocada.

Buscamos o carro e no caminho pra casa o capô se abriu.
O susto foi imenso e na hora eu não sabia se sorria por conta de tantas mazelas ou se chorava de tanta raiva.
Eu estava a uns 70 km/h e ao passar por uma depressão na pista o capô veio com tudo pra cima do para-brisa.
Arrebentou o vidro, entortou o capô, vincou as duas portas dianteiras em pontos semelhantes e eu levei um baita susto.

A imagem pode conter: carro

Segurei a onda, joguei o carro pro acostamento e liguei na hora avisando o funileiro do ocorrido.
Perguntou se estava tudo bem e se alguém havia se machucado. Estava tudo bem e eu só estava PUTASSO mesmo.
Pediu que levasse o carro de volta na segunda-feira e a garantia cobriria o prejuízo.

Ainda no caminho, o capô abriu novamente, mas não chegou a bater no para-brisa.
Parei o carro, mexi na regulagem e fui embora.

Em algum ponto deste entra/sai, minha carteira caiu.
Nela estavam meus documentos, documento do carro, cartão do banco e dinheiro.

Levei o carro para casa, finalmente terminamos a montagem e o acerto do carro.
Ficou bem bacana em média/alta, mas em baixa deu uma broxadinha (já esperada por conta do escape 4x1 abertão).
Ainda carece de um acerto mais fino que passarei a fazer no uso diário.
Daqui a algum tempo pretendo leva-lo no dinamômetro para ajustar tudo depois de pronto, mas o carro está muito melhor do que antes.

Pedi uma pizza e só quando chegou é que senti falta da carteira.
PQP...
Voltei em todos os pontos onde parei para procurar, mas já era noite e não encontrei nada.

Aproveitei o domingo para dar uma organizada no cofre do motor, fios, mangueiras e mais algumas coisinhas que tinha para ajustar e, ao esbarrar na chapa de abertura do capô, verifiquei que os dois parafusos que travam a regulagem estavam apenas colocados, sem aperto firme.
Citei isso ao funileiro que pediu 1000 desculpas.
Será necessário trocar o capô e para-brisa.
Deixei o carro hoje novamente na oficina e tirei a 2ª via dos meus documentos.

Enfim... nunca pedi tanto para que um final de semana acabasse logo.
Nunca uma segunda feira foi tão bem vinda!
XÔ ZICA!

Editado por .:run4fun:.
6 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Que foda. Melhoras na situação.

Logo volta firme e forte!

Falowz.

3 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

CARALHO RAFA ... 

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado (editado)

FOD@ Quando ocorre essas merdas ...

Aí o funileiro vira e fala: Ah, é pq vc é muito exigente ...

PQP, tem que fazer serviço MERDA ? É por isso que o nosso país não vai pra frente ... E não é só por ser um carro mais "antigo", é com todo tipo de carro, nego SEMPRE TEM DESCULPA !! 

Aí atrasa a vida do cara, mexe no que tá bom, estresse, etc ... Por isso, ultimamente, tenho tentado fazer eu mesmo as coisas, ou acompanhado bem de perto, e digo que mesmo em lugar dito "TOP" a galera ainda peca MUITO !!

Bom, mas relaxa e resolve tranquilo e calmo ... Que já já tá tudo OK !

Editado por rao_monteiro
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

SE eu pudesse escolher uma música para elucidar o momento, seria "Dias de luta, dias de glória".
Não que ainda esteja gozando da plena glória, mas as coisas começaram a se acertar por aqui.

Na sexta-feira passada fui buscar o carro na funilaria.
Tudo certo até a hora que o dono da oficina insinuou que eu havia deixado o capô aberto.
Olhei pra ele com uma cara de "coméquié?", dei uma risadinha e falei:
"Cara, saí daqui e fui direto pra casa.
Não abri o capô no caminho.
Vc acha mesmo que eu iria foder meu carro de propósito?
Obrigado pelo trampo, mas vou embora pra não engrossar."

Peguei o carro e notei que a sonda não estava lendo. Como iria direto para a casa de escape fazer a admissão combinada anteriormente, fui na boa e chegando lá fui olhar o que era.
Na lavagem do carro deixaram molhar o conector que ainda estava desprotegido e talvez por isso tenha dado erro na leitura.
Soprei, sequei e voltou a funcionar corretamente.

Na casa de escape falei como queria a admissão.
Comprei um filtro de ar esportivo da Race Chrome (não miM julguem), pois precisava de algo para ao menos evitar a entrada de partículas maiores na TBI que estava aberta. Sei que existem filtros melhores, mas foda-se.
Comprei um azul pois combina com o carro e ameniza minha viadagem com o carinho que quero dar neste motor.
A admissão foi feita com cano de 2,5" dobrado conforme meu desenho e o filtro ficou posicionado sobre a longarina direita (local do filtro original).
Os mangotes são de EPDM.
Montou-se um suporte com coxim de Corcel num furo já existente da carroceria.
Sem furos, sem estragar nada e tudo como eu havia planejado.

No sábado acordei cedo para iniciar a bricolagem.
Os planos eram de pintar e lavar o motor, organizar fios e cabos, dar uma polida em tudo... mas só pintei a admissão e os suportes da suspensão.
O pai chamou pra comer churras, beber e eu não poderia faltar.

Chegando na casa dos meus pais, meu cunhado me presenteia com um adesivo que, segundo ele, achou que calharia bem com o Prêmio.
ACHO, só acho, que ele acertou.

Levei o gordo (meu CUnhado) pra dar uma volta e a cara de surpresa dele era hilária.
Chegamos de volta na casa dos meus pais, ele deu no 2step, minha irmã pagou-lhe um esporro por ter acordado a filha,  eu e meu pai rimos muito e eles foram embora brigados.

No domingo fui à missa e notei que em médias rotações (entre 2.500 e 3.500 Rpm) o carro dá umas cabeçadas, engasgadas e não responde muito legal.
Já havia substituído as velas originais (grau 5) por outras mais frias (grau 7), Marcony deu mais uma mexidinha no mapa, mas o carro ainda está estranho.
Hoje ao levar minhas filhas no colégio senti a mesma falha.
Andando como uma velha senil, o carro vai bem.
Andando no 12, com faca nos dentes, o carro vai ótimo.
No meio do caminho é que está complicado de achar o acerto ideal.
Estamos tentando identificar o que pode estar causando isso, mas EU suspeito do TPS de Uno Turbo (que só lê 0 ou 100%), mas segundo ele, não é este o problema, pois o mapa está por MAP.
Ainda estamos conversando.

Como Domingo é dia de descanso, fiz o que manda a boa moral e bons costumes:
 

Semana que vem devo lavar o cofre, tentar organizar mais alguns fios...
Mas estou mais preocupado em curtir o carro e aproveitar o tempo perdido.
QUE SAUDADE DA PORRA QUE EU ESTAVA DE ANDAR NESSE CARRO!!!

5 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Acompanhando aqui! Muito bacana o projeto. Só faltou substituir a Heineken pela Glacial gelada

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado

Existe gente que se acha maconheiro... e tem essa figura ai que conheci num trackday em Brasília uns anos atrás... maconhero é isso... 

boa sorte com os tóxicos... dou risada pra caralho com teus relatos... :) 

 

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0